CÁLCULOS BILIARES

Definição

Os cálculos biliares são cálculos formados por uma acumulação de bílis e de colesterol cristalizados. São mais comuns nas mulheres com idade superior a 40 anos, que são obesas e têm filhos, sendo igualmente frequentes nos diabéticos, nos obesos e nas pessoas idosas. Aproximadamente metade das pessoas que sofrem de cálculos biliares não apresentam sintomas.

Sintomas de cálculos biliares:

– Icterícia (a pele adquire um tom amarelado).

– Fezes da cor da argila.

– Urinas escuras.

Os dois sintomas seguintes manifestam-se geralmente nas três ou quatro horas subsequentes ao consumo de alimentos fritos ou muito ricos em gorduras:

– Dores agudas na parte superior do abdómen, que podem irradiar para os ombros e as costas.

– Vómitos e/ou náuseas.

Causas

  • Insuficiência hepática que provoca uma produção anormalmente débil.
  • Insuficiência de fibras na alimentação.
  • Carência em vitamina C. Esta vitamina ajuda a converter o colesterol em ácidos biliares.

Remédios naturais

Regime alimentar

– Deve absolutamente eliminar da sua alimentação os alimentos muito ricos em gorduras saturadas e em colesterol, como os laticínios ricos em gorduras, os produtos à base de carne, os ovos estrelados ou mexidos e os óleos.

– Evite o açúcar e os alimentos ricos em açúcar.

– A possibilidade de uma carência em ácidos e em enzimas digestivas deve ser examinada, já que estas substâncias determinam a decomposição dos alimentos ingeridos.

– A produção de colesterol não depende unicamente do consumo de alimentos que o contêm. Mesmo os vegetarianos podem apresentar níveis elevados de colesterol quando estão sujeitos a muito stress. O colesterol é uma componente da adrenalina. Durante os períodos de stress, o fígado produz quantidades excessivas de colesterol, para ajudar as glândulas suprarrenais a segregar adrenalina. O nível global de colesterol no organismo aumenta e quando este processo se mantém durante um período prolongado, o fígado acaba por ceder e deixa de funcionar.

– Os alimentos ricos em fibras absorvem e eliminam o colesterol e a bílis, mantendo-os solúveis e retardando ou eliminando a sua absorção pelo organismo. Uma das principais causas do cancro do cólon é a presença de grandes quantidades de bílis no cólon.

Os alimentos ricos em fibras são, nomeadamente:

  • As leguminosas.
  • O farelo.
  • Os cereais integrais.
  • O arroz integral.
  • As massas alimentares produzidas com cereais integrais.

Plantas

– A salsa alivia todos os problemas hepáticos.

– O cardo de Santa Maria (Sylibum marial] regenera as células do fígado.

Terapêuticas complementares

– As compressas de óleo de rícino. Embeba uma ponta de flanela em óleo de rícino quente, enxugue-a e coloque-a sobre a região inflamada. Cubra com um plástico e seguidamente com uma almofada de aquecimento. Aplique esta compressa 2 vezes por dia, durante uma hora de cada vez.

– A limpeza da vesícula para eliminar os cálculos. Não coma nada depois do meio-dia. Às 19 horas, tome 60 ml de azeite, mais 30 m! de sumo de limão fresco. Repita as mesmas quantidades, de quinze em quinze minutos, até às 20 horas e 45 m. Nessa altura terá ingerido 480 ml de azeite e metade do sumo de limão.

– Vá para a cama às 22 horas e deite-se sobre o lado direito. No dia seguinte de manhã, os cálculos passarão para as fezes se não forem demasiado volumosos. O canal biliar é lubrificado pelo azeite e dilata-se. Os cálculos existentes no interior do canal deslocam-se e circulam até aos intestinos, onde são eliminados nas fezes. As fezes podem ser frequentes durante dois dias.



COLESTEROL

O colesterol é uma substância indispensável ao organismo, que é capaz de o sintetizar. É o fígado que assegura dois terços da produção de colesterol, mas só um terço provém da alimentação. O sangue transporta estas produções internas e contributos externos de colesterol graças a proteínas portadoras, as lipoproteínas.

A molécula de colesterol é um constituinte essencial das membranas celulares, e é a matéria prima para o fabrico de toda uma gama de hormonas. Ou seja, o colesterol é, antes de mais, um elemento indispensável.

Contrariamente a ideias preconcebidas, não há bom nem mau colesterol, mas o colesterol que é um corpo gordo e insolúvel no sangue e que é transportado por 2 tipos de proteínas diferentes: umas vão para o fígado, que desempenha o seu papel eliminador através da bílis, os outros levam o colesterol para as células e também para as artérias, onde esse corpo gordo, se for em excesso, corre o risco de se fixar.

Portanto são essas proteínas que podem induzir um risco eventual. Placas que se depositam nas artérias com tendência para as entupir, com o tempo. Mas só se o seu teor no sangue ultrapassar 2,5 g é que se justifica uma dieta rigorosa.

Além disso, é melhor, muito melhor, confiar na natureza e seguir regularmente curas naturais, para prevenir um risco eventual.

Se, ao longo do Inverno, tiver consumido alimentos pesados, gordos, altamente calóricos e tiver acumulado quilos supérfluos, o seu sangue precisa de ser limpo. Se, para além disso, tiver tendência para uma taxa de colesterol elevada, é a altura do ano em que está no máximo.

A Primavera é, portanto, a estação para iniciar um tratamento. E mesmo que o seu nível de colesterol permaneça estável, siga estes conselhos durante 15 dias. Vai sentir-se mais em forma.

Cura anti-colesterol

  • De manhã, em jejum – beber um copo de sumo de maçã (fresco se possível). Pode também ralar uma maçã crua e comê-la devagar, salivando muito. A maçã é a fruta ideal em todos os casos de sintomas de sobrecargas, evidentemente se tiver hipercolesterolemia.
  • Antes do almoço – beber um copo de maceração de radículas de alho-porro:
  • Um litro de vinho branco doce
  • Radículas de alho-porro (as pequenas raízes que não são utilizadas na cozinha) – 30 gramas – previamente bem lavadas.

Deixe macerar durante 10 dias.

Agite a garrafa uma vez por dia. Ao fim de 10 dias, filtre e conserve numa garrafa bem tapada. Esta maceração alcoólica permite combater não só o excesso de colesterol, mas também a ureia.

  • Durante o almoço – coma uma salada composta da seguinte maneira:
  • Núcleos de alcachofra frescos
  • Um dente de alho pilado
  • O sumo de um limão
  • Óleo de grainhas de uva

Polvilhe esta salada com uma colher de sopa de farelo de trigo.

  • Ao jantar – comer uma salada verde, temperada da seguinte forma:
  • Um dente de alho pilado
  • Vinagre de sidra
  • Óleo de cártamo (em lojas dietéticas)
  • O cártamo é um cardo.

Polvilhe esta salada com uma colher de sopa de farelo de trigo.

Todos estes produtos são conhecidos pelas suas propriedades depurativas e anti-colesterolémicas.

Tísana 1 Anti-Colesterol

  • Durante o dia – beber no mínimo um litro da seguinte tisana:
  • Folha de freixo – 50 g
  • Flor de urze – 50 gr
  • Raiz de grama – 50 gr
  • Folha de morangueiro – 50 gr
  • Folha de oliveira – 50 gr
  • Raiz de bardana – 50 gr

Misture as plantas. Coloque 5 colheres de sopa rasas da mistura num litro de água fria, leve a ebulição durante um minuto, em infusão 10 minutos e filtre.

Duração do tratamento – curas de 3 semanas, de 2 em 2 ou de 3 em 3 meses.

Tísana 2 Anti-Colesterol

  • Folha de alcachofra: 50 g
  • Folhas de hortelã pimenta: 50 g
  • Folha de alecrim: 50 g
  • Planta fumária: 50 g

Misture as plantas. Conte 4 colheres de sopa da mistura para um litro de água fria. Deixar ferver 2 minutos. Deixar em infusão 10 minutos. Filtrar.

  • Durante o dia – beber a totalidade entre as refeições.
  • Oligoelemento Crómio
  • Antes das refeições – 1 ampola.

Água de Alho

  • Alho: 2 dentes
  • Água: um copo

À noite, ao deitar – prepare 2 dentes de alho cortados fininhos. Deixe macerando durante a noite num copo de água.

  • No dia seguinte, em jejum – beber a água, acrescentando eventualmente um sumo de limão.

A salada medicamento

Esta salada permite impedir a fixação do colesterol nas paredes das artérias.

  • O óleo de cártamo é um verdadeiro medicamento, pois é conhecido como hipocolesterolemiante, em cápsulas.
  • Fundos de alcachofras frescas
  • Milho em grão
  • Rebentos de soja
  • Óleo de cártamo
  • Vinagre de sidra

Coma esta salada à vontade.

Um prato de cereais rico em vitaminas e ferro que vai misturar, não com leite, mas com uma mistura de 3/4 de sumo de laranja e 1/4 de sumo de limão.

Pequeno almoço anti-colesterol

Este pequeno almoço vai permitir resolver 3 problemas:

  1. emagrecer,
  2. combater o celesterol
  3. combater o cansaço.
  4. Cereais
  5. Sumo de laranja: 3/4
  6. Sumo de limão: 1/4
  7. 1 maçã crua ralada

Salada anti-colesterol 1

  • Couve
  • Espinafre
  • Azeite: 1 colher de sopa
  • Óleo de gérmen de trigo, são muitos ricos em vitamina E.
  • Folhas de couve crua
  • Folhas de espinafres frescas
  • Sumo de um limão

Coma esta salada à vontade.

Salada anti-colesterol 2

A chicória e alcachofra têm uma ação sobre o fígado. A beringela forra as paredes do intestino e evita a “passagem” das gorduras para o sangue: constitui um dos remédios naturais mais eficazes.

  • Beringela   
  • Chicória
  • Núcleo de alcachofra
  • Óleo de girassol
  • Sumo de limão

Compor uma salada.